english
MCP-Peixes - Coleção de Peixes
Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul
Museu de Ciências e Tecnologia
Porto Alegre - Rio Grande do Sul
networkManager

 
 
acervo   [ consultar ]   [ dataCleaning ]
registros:  total
51144
on-line
51144
georreferenciados
48047
com imagens
0
software
Specify 6.5.05
on-line desde
01/03/2012
última atualização
10/02/2017
resumo

A coleção possui mais de 47.100 lotes (estimado em mais de 500.000 espécimes), sendo 85% constituída de peixes de água doce da América do Sul e 15% de representantes marinhos da costa dos estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina. Compõe, juntamente com outras duas grandes coleções (MZUSP e MNRJ) o conjunto mais abrangente, atualmente disponível, para levantamento em grande escala da fauna de peixes de água doce brasileira (Nogueira et al., 2010). A coleção possui um elevado número de lotes da bacia do rio Uruguai, rios costeiros do Rio Grande do Sul e sistemas da Laguna dos Patos e rio Tramandaí, com representantes de praticamente todas as espécies conhecidas do Estado. Há também material representativo dos rios costeiros do Brasil e das bacia dos rios São Francisco e Paraná. Lotes da bacia amazônica referem-se principalmente aos sistemas dos rios Amazonas, Tocantins, Tapajós, Xingu, Purus e Madeira, no Brasil, e Ucayali no Peru. A coleção possui também representantes da região Nordeste do Brasil, a qual inclui 46 espécies. Esta coleção do nordeste é importante como referência para futuros trabalhos, pois a região possui seus rios altamente impactados pela ação de plantações de cana-de-açucar, represas e pelo povoamento indiscriminado de espécies exóticas. A coleção possui importante material testemunho de áreas do Estado, hoje transformadas em lagos para PCHs ou Usinas Hidrelétricas. O acervo conta com 14.110 espécimes-tipos, dos quais, 231 são holótipos.

condições para utilização dos dados

As informações que compõem a base de dados da Coleção de Peixes do Museu de Ciências e Tecnologia da Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (MCT-PUCRS) devem ser utilizadas estritamente para fins educativos, científicos e de gestão ambiental, e atribuídas ao MCT-PUCRS, juntamente com a citação da coleção e seu respectivo acrônimo. O MCT-PUCRS objetiva manter e disponibilizar com exatidão as bases de dados de suas coleções, entretanto, não fornece nenhuma garantia acerca da confiabilidade, integralidade e atualização da informação contida nessas bases. Cabe ao usuário conferir os dados antes de utilizá-los para quaisquer finalidades acima mencionadas.

como citar

Coleção de Peixes do Museu de Ciências e Tecnologia da PUCRS, MCP

Busca
dataCleaning
email
Centro de Referência em Informação Ambiental, CRIA