english
INPA-Arachnida-Schizomida - Coleção de Schizomidas INPA
Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia
Manaus - Amazonas
networkManager

 
 
acervo   [ consultar ]   [ dataCleaning ]
registros:  total
156
online
156
georreferenciados
13
com imagens
0
software
Specify 6.6.02
online desde
28/08/2007
última atualização
30/06/2017
resumo

A Coleção de Invertebrados do INPA foi iniciada por Nelson Cerqueira logo após a implantação do instituto, em 1954. Porém, seu estabelecimento formal, por meio de uma publicação, se deu somente em outubro de 1976, conforme comunicações de Ratcliffe & Penny (1978: As coleções de entomologia do Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia (INPA - Manaus). Ciência e Cultura, São Paulo, 30(5): 627-628.) e Ratcliffe (1978: The systematic Entomology Collections of Brazils National Institute for Amazonian Research (INPA). Bulletin of the Entomological Society of America, Washington, 24(1): 62.) à comunidade científica nacional e internacional. Inicialmente, ela era constituída principalmente por grupos de insetos, mas durante as últimas duas décadas cresceu substancialmente, passando a abranger amostras de vários outros grupos de invertebrados. Atualmente, ela reúne as coleções de 14 grupos de invertebrados: Acanthocephala, Annelida, Arachnida, Chilopoda, Crustacea, Diplopoda, Insecta, Mollusca, Nematoda, Plathyhelminthes, Pauropoda, Porifera, Rotifera e Symphyla. O acervo total é estimado em mais de 350.000 insetos alfinetados, aproximadamente a mesma quantia de insetos em mantas e cerca de cinco milhões de espécimes preservados em álcool e lâminas, entre grupos de insetos e não-insetos. O incremento anual é de pelo menos 30.000 espécimes. O catálogo de espécimes-tipo da coleção de invertebrados possui mais de mil espécies. O maior desses catálogos é o da coleção de Insecta, cujo acervo de tipos, em novembro de 2006, reunia 810 espécies abrangendo 589 tipos primários e 3.476 tipos secundários. Cada grupo taxonômico constitui uma coleção organizada independentemente. Exceto pela coleção de Insecta, a organização de todas as demais é feita com base em lotes de indivíduos, cada qual com seu próprio sistema de numeração de registros que inclui tanto espécimes-tipos quanto não-tipos. O número de registro é sempre precedido pelo acrônimo "INPA". O foco da representatividade geográfica da coleção está na região ocidental da Amazônia brasileira, mas muitos grupos possuem amostras de toda a região amazônica ou de outros locais da região Neotropical. O acervo está abrigado em um prédio próprio, pertencente às Coleções Zoológicas do INPA, dividido em dois salões: um para matéria seco alfinetado e outro para o material em álcool. A coleção é um dos principais centros de referência para espécimes de invertebrados da Amazônia brasileira. Seu público-alvo são pesquisadores, estudantes de graduação e pós-graduação, do Brasil e do exterior, que atuam nas áreas de sistemática e taxonomia, mas colabora eventualmente com material didático para escolas e exposições. A coleção realiza rotineiramente processos de empréstimos, permutas e doações, sempre em conformidade com a legislação vigente e as normas institucionais.

condições para utilização dos dados

Os dados armazenados nas coleções biológicas do INPA são de utilização prioritária para fins educacionais, gerenciais, científicos, de divulgação científica e de gestão pública. Nenhum dado destas coleções (incluindo informação textual, digital, fotografia, imagem, reprodução ou publicação em qualquer formato) poderá ser utilizado com intenção comercial ou que resulte em geração de rendimento parcialmente ou totalmente através do acesso e/ou manipulação de informação das coleções biológicas sem autorização expressa do representante legal da Instituição. O INPA não poderá ser responsabilizado em nenhuma hipótese por qualquer dano, conseqüência ou prejuízo que a utilização dos dados de suas coleções biológicas tornados públicos tenha eventualmente causado, seja a pessoas físicas, seja a pessoas jurídicas.

como citar

Coleção de Schizomidas INPA

Busca
dataCleaning
email
Centro de Referência em Informação Ambiental, CRIA