english
HAS-Algae - Coleção Ficológica do HAS
Museu de Ciências Naturais - Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul
Seções de Botânica de Fanerógamas e de Criptógamas
Porto Alegre - Rio Grande do Sul
networkManager

 
 
acervo   [ consultar ]   [ dataCleaning ]
registros:  total
20000
online
18886
georreferenciados
10046
com imagens
0
software
MS-Excel
online desde
19/06/2013
última atualização
30/11/2017
resumo

O HAS foi criado em 1971 para conservar amostras da flora do Rio Grande do Sul, constituindo-se a maior parte de seu acervo de material procedente deste Estado. É Coleção credenciada pelo CGEN/MMA como Fiel Depositária de amostras do Componente Genético por meio da Resolução Nº5, de 29.08.2002. Possui no acervo exemplares de Angiospermas, Gimnospermas, Pteridófitas, Fungos Liquenizados, Fungos, Briófitas e Algas, está com cerca de 21% de toda a coleção informatizada. A coleção de algas conta atualmente com mais de 14.909 lotes em líquido, contendo primordialmente microalgas e cianobactérias de água doce, com representantes de seis grandes divisões e nove classes: as Cyanobacteria, Chrysophyceae, Xantophyceae, Bacillariophyceae, Cryptophyceae, Dinophyceae, Euglenophyceae, Chlorophyceae e Zygnematophyceae. Possui também mais de 6.716 lâminas permanentes de Bacillariophyceae. É o herbário com o maior número de lotes em líquido contendo microalgas continentais do Brasil.

condições para utilização dos dados

Os dados de registros do Herbário HAS estão disponíveis para uso, nas seguintes condições: É vedada a comercialização dos dados disponibilizados, sendo necessária a citação da fonte no caso de utilização dos mesmos e nos agradecimentos, devendo o Curador do HAS ser notificado; a cópia de qualquer publicação em que os dados sejam citados deve ser enviada à curadoria. A responsabilidade do uso adequado dos dados é dos Pesquisadores e de suas instituições.

como citar

Coleção Ficológica do HAS, HAS-Algae (www.fzb.rs.gov.br)

Busca
dataCleaning
email
Centro de Referência em Informação Ambiental, CRIA